Mosquetões: Como escolher

Artigo publicado originalmente pela equipe do site www.rei.com (tradução livre)

Tarefas diferentes de escalada requerem diferentes tipos de mosquetões. Para escolher e usa-los apropriadamente, você deve primeiro entender as diferenças entre eles. Existem três áreas principais a se considerar:

  • Formato
  • Tipo de Gatilho
  • Tamanho, peso e resistência

Uma vez que você entendas as diferenças, pense sobre suas necessidades. Que tipo de escalada você faz e como você irá usar os mosquetões vão determinar que tipo de mosquetão você deve comprar.

Formatos de Mosquetões

Formato D assimétrico:

De longe o formato mais popular, funcionam como o mosquetão D comum, mas eles são levemente menores em um dos lados para reduzir o peso. Mosquetões assimétricos normalmente tem a abertura do gatilho mais larga que os D comuns, que faz a clipada ainda mais fácil. Mas eles não tem tanta área interna como os D e os Ovais. Mosquetões assimétricos fazem parte da maioria dos mosquetões que a maioria dos escaladores possuem.

Prós

  • Abertura de gatilho largo
  • Resistente e leve

Contras

  • Mais caros que outros formatos
  • Não tao resistentes quanto os mosquetões em formato D

 

Formato Pera

Similar ao mosquetão D Assimétrico, os mosquetões de formato pera tem um abertura de gatilho larga que permite a fácil clipada da corda, nós e equipamentos. São usados na maior parte para dar segue e rapelar, mas também podem ser usados para os pontos de ancoragem para top rope e para escaladas de multiplas cordadas.

Algumas vezes você irá escutar falar de mosquetões HMS e alguns são marcados como HMS. HMS indica que o mosquetão foi projetado com um topo mais largo e mais simétrico.

Prós

  • Abertura de gatilho largo
  • Projetado especificamente para da segue e rapelar

Contras

  • Mais caros e mais pesados que a maioria dos outros mosquetões
  • Não tão resistentes quanto os formato D e os D Assimétricos

 

Formato D

Os mosquetões em formato D são excelentes para a maioria dos tipos de escaladas. Eles suportam cargas fora do seu eixo central em direção ao lado mais forte, sem gatilho, então um menor, um mosquetão D mais leve pode ser tão resistente quanto um mosquetão oval largo.

Prós

  • Formato mais resistente
  • Abertura de gatilho mais largo que o formato oval

Contras

  • Abertura de gatilho menor e mais pesado que o mosquetão assimétrico D
  • Mais caro que o formato oval

Formato Oval

Os mosquetões em formato Oval são o estilo original. Eles são verstateis e baratos, no entanto não tão fortes quanto os outros formato. Os mosquetões ovais são suaves, formato uniforme e lados curvos para limitar a variação de peso no mosquetão. Eles oferecem maior capacidade de suportar equipamentos do que os mosquetões em formato D e sua simetria 

Prós

  • Formato uniforme limita a variação da carga no mosquetão
  • Suporta mais equipamento que os mosquetões em formato D

Contras

  • Abertura de gatilho menor e mais pesado que a maioria dos mosquetões
  • Não tão resistentes quanto os outros formatos

 

Tipos de gatilhos de mosquetões

product images of different gate types on carabiners

Mosquetões de gatilho reto

Gatilhos retos padrões são fortes, duráveis e fáceis de usar. Eles são muito comuns e são usados para uma variedade de propósitos. Mosquetões de gatilho reto são encontrados nas costuras e frequentemente no rack de equipamentos, assim como em peças móveis e em stopers. Assim como o nome diz, eles são perfeitamente retos do pino até o final. Assim como a maioria dos tipos, eles são fáceis de abrir mas fecham automaticamente quando soltos.

Alguns mosquetões de gatilho reto também são mosquetões de bloqueio. Um mosquetão de bloqueio tem um entalhe liso onde o nariz do mosquetão e interagem com o gatilho. Isso mantém o mosquetão de enganchar e travar no loop do seu baudrier, bolts e chapeletas ou mesmo fitas, qualquer um dos casos podem ser muito chatos. Você provavelmente vai preferir pagar um pouco mais por esse recurso, mas é um belo upgrade.

Prós

  • Durável e fácil de usar
  • Permite pendura-lo no loop do baudrier pelo nariz do mosquetão

Contras

  • Mais pesados que os de gatilho de arame

Mosquetões de gatilhos Curvos

Esses gatilhos fortes e duráveis tem um formato com cavidade que faz a clipagem da corda mais rápida e mais fácil, eles são geralmente usados no lado da costura para a clipagem da corda.

Assim como mosquetões de gatilho reto, alguns mosquetões de gatilho curvo também tem o nariz inclinado para o loop.

Mosquetões de gatilho curvo são tipicamente de formato assimétrico.

Prós

  • De fácil clipagem para a corda
  • Durável
  • Permite o uso na cadeirinha sem se enganchar em outros equipamentos

Contras

  • Mais pesados que os de gatilho de arame

 

Mosquetões de gatilho de arame

Mosquetões de gatilho de arame usam um gatilho de aço inoxidável da largura de um arame para o gatilho, o que reduz bastante o peso geral e elimina a necessidade de algumas partes encontradas em gatilhos comuns. Gatilho de arame também permite uma abertura de gatilho mais larga. Eles tem menor probabilidade de congelar no frio e na chuva que os outros estilos de gatilhos

No entanto os gatilho de arame não parecem ser tão resistentes quanto os de gatilho tradicionais, a maioria é. Também, devido a menor massa no gatilho em si, gatilhos de arame são mais difíceis de vibrar durante uma queda.

Prós

  • Leve
  • Ajuda a reduzir a vibração do gatilho
  • Menos provável de congelar

Contras

  • Podem ser menos duráveis que os de gatilho sólido curvos ou retos

Mosquetões com trava no gatilho

Mosquetões com trava no gatilho que podem ser travados na posição fechada permitem uma proteção extra contra abertura acidental de gatilho. Eles exitem ou com trava manual ou com sistema de trava automática.

Trava Manual O Gatilho requer que o usuário rosqueie a trava manualmente para abrir ou fechar

Trava Automática Mosquetões que se travam automaticamente assim que o gatilho é fechado

Mosquetões de trava, mais pesados que os modelos sem trava, são a única opção para usar dando segue ou rapelando. Você também deveria considerar o uso em paradas ou em colocações criticas. Eles oferecem maior segurança na colocação e lhe dá paz de espirito.

Prós

  • Gatilho com trava adiciona segurança

Contras

  • Mais pesados que os outros modelos

 

Tamanho, peso e resistência dos mosquetões

Tamanho

Existem diversos tamanhos de mosquetões. Os Largos são tipicamente fáceis de manusear e de clipar (eles tem uma abertura de gatilho mais larga) e eles podem suportar mais equipamentos clipados a ele. Eles são comumente usados para dar segue e para rapelar. Mosquetões menores são mais leves e ocupam menos espaço no seu baudrier mas podem ser mais difíceis de clipar.

Folga de abertura do gatilho, Medido em milímetros, é algo que você vai querer prestar atenção quando estiver olhando o tamanho de um mosquetão. Esse número refere-se a largura em que o gatilho pode abrir, além da profundidade e formato da base do mosquetão abaixo do gatilho. Normalmente quanto menor o mosquetão, menor a amplitude que ele oferece.

Pouca amplitude de abertura do gatilho pode leva-lo a prender o dedo entre o gatilho e o corpo do mosquetão enquanto estiver clipando a corda; uma amplitude muito grande também pode tornar a clipagem da corda mais difícil. Um amplitude ideal torna a clipagem mais fácil.

Peso

Em geral quanto menos peso você carregar quando for escalar melhor. Mas mosquetões mais leves nem sempre são o ideal. Mosquetões super leves normalmente são menores, o que os tornam mais difíceis de usar quando você precisa clipar uma corda ou uma ancoragem. Além disso, mosquetões muito leves oferecem uma menor amplitude de abertura de gatilho, o que pode também significar uma menor resistência do gatilho e uma menor vida útil. Mosquetões menores também podem significar um maior desgaste para a corda uma vez que por serem menores ele pode fazer com que a corda arraste nas duas partes do mosquetão simultaneamente, fazendo a corda encontrar maior resistência para deslizar pelo mosquetão.

Resistência

A resistência dos mosquetões são medidas em três direções: extensão longitudinal (eixo maior), extensão lateral (eixo menor) e aberto (eixo principal aberto ou com o “gatilho aberto”). Estas avaliações são tipicamente marcadas na coluna vertebral do mosquetão. Todos os mosquetões de escalada devem atender os padrões da UIAA e CE, o que significa que eles devem ter resistência o suficiente desde que você os use corretamente. Resistência com o gatilho aberto e no eixo menor é onde encontramos a maior parte da variação.

 

Aqui vai como você pode ler essas avaliações: Se você refinou sua pesquisa a alguns mosquetões que vão funcionar bem para o seu estilo de escalada, olhe as avaliações de resistência como um dos pontos de decisão. Se um mosquetão fornece tudo que você precisa e é mais forte do que os outros, então você pode escolhe-lo. Tenha em mente que mosquetões mais leves são geralmente mais fracos do que os maiores, mais pesados mas nem sempre.

Uma nota sobre a vibração do gatilho: A dinâmica de praticamente qualquer queda de escalada pode causar a vibração do gatilho, o que pode produzir a força global de um mosquetão à sua força de gatilho aberto, criando uma probabilidade maior de que o mosquetão possa quebrar. Pode ocorrer quando:

  • A inércia do gatilho ultrapassa a tensão da mola que o prende no lugar
  • O gatilho colide com algum outro objeto

Para se proteger contra esse tipo de falha do mosquetão, escolha os mosquetões com formato especifico (assim como os gatilhos de arame) e/ou tensões de mola dura. Você também pode optar por mosquetões com gatilhos de rosca e/ou com alta resistência com o gatilho aberto.

Que mosquetão usar

Uma vez que você tenha entendido o formato, o tipo de gatilho, tamanho, peso e o efeito da resistência de um mosquetão, é útil pensar sobre como você ira usa-los.

Determinadas situações que tornam um tipo de mosquetão ideal para um tipo de uso pode não ser igual para outros tipos de uso. Por exemplo: mosquetões pequenos de gatilho de arame podem ser ótimos para organizar os equipamentos no baudrier ou para fazer costuras mais leves para vias tradicionais, mas eles não são tão fáceis de clipar a corda como os mosquetões mais largos e pesados.

Escaladores mais experientes desenvolvem a preferência por certos tipos de mosquetões de um certo tamanho ouformato e com um certo tipo de gatilho. Se você esta apenas iniciando, aqui vão algumas dicas:

 

Uso                                                                                            Tipo de Mosquetão

Dar segue e rapelar                                                                  Mosquetão tipo pera com trava no gatilho

Costuras para escalada esportiva                                           Mosquetão assimétrico D com gatilhos retos, curvos ou de arame

Costuras para escalada tradicional                                        Mosquetão tipo D com gatilho de arame

Organizar equipamento no Baudrier                                   Mosquetão assimétrico D, D ou Oval

 

Uma vez que você tiver aprofundado sua própria pesquisa, pode ser útil perguntar a um vendedor ou em lojas especializadas. Escolha alguns modelos e sinta como fica na sua mão, quão faceis podem ser para clipar ou desclipar e quão suaves os gatilhos funcionam. Para mosquetões de trava, tente travar e destravar o gatilho algumas vezes (com apenas uma mão). Escolha o modelo que lhe deixa confortável e é de fácil uso.

Sua segurança é sua própria responsabilidade. Nenhum artigo ou vídeo poderá substituir uma instrução apropriada e a experiência. Certifique-se de praticar as técnicas apropriadamente e siga os padrões de segurança antes de escalar.

 

 

Leave a Reply